LILITH

Josylene Sousa em 18 de março de 1998.

O que é Lilith

A  Lilith (ou Lua Negra) é um ponto astronômico correspondente ao grau do apogeu (1) da órbita lunar projetado na eclíptica zodiacal.
 

O Mito

O modelo feminino permitido ao ser humano pelo padrão ético judaico-cristão baseia-se no de um fragmento do ‘primeiro ego’, que seria Adão. Vários textos históricos (2), no entanto, citam uma variante, a criação de Lilith, a primeira mulher, feita em igualdade de condições com o primeiro homem, e expulsa do Paraíso por tentar fazer valer essa igualdade.

Não se sabe com certeza de que forma a lenda de Lilith, esta primeira companheira de Adão, foi banida da versão Bíblica da Igreja. Mas indo às Escrituras hebraicas poderemos encontrá-la como uma mulher feita de pó negro e excrementos, portanto, condenada a ser inferior ao homem. No fundo, Lilith já fora criada como um demônio, tendo gerado, juntamente com Adão, outros seres iguais a ela, que se vingam contra a humanidade . Essa natureza satânica é, por assim dizer, uma advertência do que a cultura rabínica e patriarcal nos faz com relação àquela que perturbou a noite toda o sono de Adão: Lilith, feita de sangue (menstruação) e saliva (desejo), é expressão de fatalidade. Neste ponto, Lilith é mais fiel ao protótipo da mulher do que a submissa Eva, embora ambas tenham sido veículo do pecado. Só que a recusa ao desejo, ao sonho erótico que subtraiu a porção divina de Adão chega, com Lilith, a extremos surpreendentes após a separação deste casal.

 

O alfabeto Bem Sirá (século VI ou VII) conta que Lilith, inconformada com a situação de desigualdade vivida com Adão, questiona: "Por que devo deitar-me embaixo de ti? Por que ser dominada por você? Contudo, eu também fui feita de pó e por isso sou tua igual." E Adão, ciente da supremacia do homem, nega-se a mudar a ordem. Lilith revolta-se, pronuncia o nome mágico de Deus, acusa Adão e vai embora. Voa para as margens do Mar Vermelho, onde passa a viver em promiscuidade com os diabos, gerando cem demônios por dia, os chamados Lillim. E lá ela se transforma e assume seu tenebroso destino, seduzindo homens em seu sonho, espalhando a morte, pois foi declarada guerra ao Pai.

Encarnando o feminino negativo, Lilith transfigura-se, posteriormente, em inúmeras deusas lunares (Ihstar, Astarte, Isis, Cibele, Hécate), arquétipos das forças incontroláveis do submundo – a Lua Negra. Até ser personificada pela bruxa, na Idade Média, contra a qual o homem moveu uma das mais sangrentas perseguições de toda a sua história.

Mas existem muitas outras histórias sobre Lilith. Dizem que ela significa a outra ou o outro num triângulo amoroso. Para os assírios, era considerada um demônio. Alguns estudiosos dizem que ela era a mulher de Samuel, da qual surgiram as imagens de Adão e Eva. No Zohar também é assimilada como a rainha dos demônios que incitava os homens. Na Kabala, pode corresponder ao 10º sefiroh, Malkuth, que reina no submundo e na escuridão, incapaz de contatar com Deus, sempre sujeita a tentações e frustrações.

 

O que ela mostra em um mapa?

Todos nós temos Lilith no mapa e ela parece estar ligada a 'frustração'. A casa ou signo onde ela se encontra corresponde a área de experiência (casa) ou qualidade arquetípica ( signo) em relação a qual o indivíduo vive com um sentimento inexplicável e constante de expectativa e insatisfação, mesmo que a experiência simbolizada por aquela casa ou signo esteja sendo realizada satisfatoriamente.

Mas nada é definitivo, e nunca é tarde para aprender. A falta de harmonia que Lilith traz também tem um propósito: o desapego e a impessoalidade. É onde você pode usar a sua força mágica de maneira impessoal, tornando-se criativo, descobrindo seus próprios recursos e talentos, ao invés de outros substitutos para isto.

A casa onde Lilith se encontra deve ser aquela em que a pessoa precisa aprender a se desapegar, a ser impessoal, porque em uma outra existência ela deu muita importância àquilo, viveu aquele assunto com grande excesso.

Abaixo, os significados de Lilith por signo e/ou casa. As descrições enfocarão o lado compulsivo de Lilith, a Lua Negra, que cabe a cada pessoa transformar ou controlar.

SIGNO/CASA

SIGNIFICADO

ÁRIES

CASA UM

Busca por atenção sobre si. Sente-se desconfortável com o próprio físico. É difícil o contato físico. Gosta, mas esconde que gosta. Tem muito medo de não realizar o que já tenha começado. Tem solidão interior. Suas aventuras são desastrosas. É uma pessoa muito frustrada, tem uma infelicidade que não sabe de onde vem e, para disfarçar, defende-se com uma agressividade doentia. É uma pessoa insatisfeita, e que só procura pelos defeitos de tudo e todos. Pode cometer excessos em trabalho, sexo e prazeres. É incapaz de dar valor ao que consegue. É indiscreto. Tem descontrole passional. Em geral, tem muitos problemas afetivos.

TOURO

CASA DOIS

Tem uma necessidade compulsiva de possuir e acumular. É avarento, e faz qualquer coisa para adquirir valores e bens. Sofre muitos obstáculos para conseguir seus objetivos. Gosta de vida fácil. A preocupação excessiva com os bens pode prejudicar a saúde. É uma pessoa invejosa. Tem tendência a perder tudo o que conseguiu acumular por ganância (em uma má aplicação, por exemplo, ou em um jogo). Dificilmente tem o que quer, e, se tem, não consegue manter. Perde. Interessa-se pelo proibido. Pode ficar pessimista com tudo.

GÊMEOS

CASA TRÊS

É fascinado com qualquer tipo de meios de comunicação. E faz manobras espertas para seduzir. Diz o que os outros querem ouvir. Persuasão. Comunica incessantemente, e é hábil em alternativas. É acusado de superficial e, muitas vezes, não é levado à sério. Tem excesso de orgulho mental. Não se sente pertencendo a alguém. Passa por nervosismo interior.

CÂNCER

CASA QUATRO

É absorvente. Vulnerável a vida privada e área doméstica, as quais sempre trazem dificuldades e frustrações com a família. Sujeito a ser colocado de lado. É preocupado com fantasmas, mediunidade, etc. Vive preso ao passado. Mulheres podem ter problemas menstruais, materiais, com a gestação e órgãos geradores. Pessoa não doméstica, ou com dificuldade em expressar seus sentimentos.

LEÃO

CASA CINCO

O ego é seu inimigo. Exagera e fere-se se não é reconhecido. Faz trapaças para aparecer, dizer que foi ele quem fez. Luxúria. Ostentação, mostra o que não tem e fala o que não é. Come e bebe demais, excedendo-se para satisfazer seus desejos. Gasta muito dinheiro com os outros para aparecer. Tem problemas com os filhos, especulações, romances ou diversões. Normalmente passa por uma grande decepção com o primeiro amor, e na área sexual é impaciente, quer porque quer. Medo de engravidar irracional. Sofre restrições nos prazeres em geral. Orgulho ferido.

VIRGEM

CASA SEIS

Tempo e trabalho perdidos. Preocupação com o que 'deveria' fazer. Pressões diárias e dos deveres impedem interesses pessoais. Se perde em milhões de detalhes inúteis. É desleixado nas suas obrigações. Problemas de saúde, doenças de difícil diagnóstico. Sujeito a doenças sexuais. Faz trapaças no trabalho. Pode trabalhar com coisas desonestas ou política. Tem tendência a cometer furtos profissionalmente.

LIBRA

CASA SETE

Sofre porque busca ser querido e amado, mas não consegue. Faz de conta que está tudo bem e não pede ajuda (característica dos signos cardeais). Evita competições, pois tem medo de falhar. Sente-se desconfortável com os outros e acaba afastando-os. Preguiça e comodismo fazem com que arrastem situações de sofrimento e frustração. Não consegue paz e harmonia. Problemas nos relacionamentos, pois gosta do que é proibido. Sofre por sua beleza ou pela falta dela.

ESCORPIÃO

CASA OITO

Ressentimentos e feridas emocionais. Tem dificuldade de transformar situações. Estagnado. Passa por privações. Tem fascinação por coisas mórbidas, formas negativas ou estados de pós-morte. Ódio e ciúmes que corroem por dentro. É obsessivo. Passa por sofrimentos por causa de envolvimentos financeiros com outras pessoas. Tem problemas com inventários, impostos, seguros e pensões. Tem complicações e desejos sexuais que faz de tudo para esconder, ou pode mostrá-los em excesso. Sujeitos a assaltos, bem como a ser molestado sexualmente. Pode ser alvo de magias negras.

SAGITÁRIO

CASA NOVE

Falta de percepção. Comete erros de julgamento. Impede a expansão, como se nada desse certo. Tem dificuldade em assuntos legais, culturais, éticos ou religiosos. Fazem mau uso de sua generosidade. É negligente. Maus reflexos e dado a negligências.

CAPRICÓRNIO

CASA DEZ

Ambição compulsiva frustrada. Faz qualquer coisa para conseguir poder. Trabalha por trás das cenas para tirar proveito. Muito medo de perder posição social. Passa por interferências e interrupções na vida profissional. É escravo de hábitos e trabalhos, mas tira vantagens dos erros que comete. Tem problemas com figuras de autoridade, pessoas mais velhas, figura paterna. Pode sofrer acusações injustas e antipatia.

AQUÁRIO

CASA ONZE

É atraído por assuntos cósmicos e sofre por eles, não consegue entrar em sintonia com a força cósmica. É vítima de magias. Tem problemas com grupos, amizades. Atrai-se por pessoas que lhe fazem sofrer. Faz más escolhas. Recebe pouca recompensa nos seus interesses humanitários. Dificuldade para realizar seus objetivos. É excêntrico. Má coordenação, espasmos. Tornozelo frágil.

PEIXES

CASA DOZE

Desgasta-se com situações e pessoas negativas. Tem confusão emocional, passa por arrependimentos. É magoado e enganado pelos outros. Períodos de isolamento, confinamento e frustrações. Envolve-se com coisas ilegais, imorais. Tem problemas psíquicos, atrai o pior. Faz mau uso dos dons espirituais. Precisa ter muito cuidado nas escolhas de com o quê e com quem se envolve. Sujeito a escapismos, vícios, traições.

 

(1) Ponto orbital mais afastado em relação à Terra.
(2) Dentre eles, o relato da Torah assírio, a versão jeovística para o
Gênesis,
o comentário bíblico do Beresit-Rabba e as versões
aramaica e hebraica do Alfabeto de Bem Sirá (séc. 6 ou 7).