O SOL EM CÂNCER (O CANCERIANO)

Por Vanessa Chrystina R. Tuleski

Principal Característica: sentimento
Qualidade: empatia, sensibilidade
Defeito: possessividade, apego ao passado, flutuabilidade

 "A ti Câncer, atribuo a tarefa de ensinar aos homens a emoção. Minha Idéia é que provoques neles risos e lágrimas, de modo que tudo o que eles vejam e sintam desenvolva uma plenitude desde dentro. Para isso, Eu te dou o Dom da Família, para que tua plenitude possa se multiplicar."
E Câncer voltou ao seu lugar.
(Original de Martin Schulman – Karmic Astrology: The Moon’s Nodes and Reincarnation, 1977)

Câncer é o signo regido pela Lua, símbolo das mulheres, do sentimento, da mutalibilidade e do feminino. Por isso, a base da personalidade do canceriano é a mãe. Não estamos querendo dizer que o pai não seja importante, mas o modelo do canceriano, quer ele goste ou não, é a mãe. Isso explica o porquê de ele saber o que está se passando com as pessoas. Câncer é o signo que reproduz a vivência que se tem no útero, quando tudo o que acontece com a mãe, de bom ou ruim, afeta a criança. Essa mesma percepção que tinha no útero o canceriano terá com as pessoas que estão ao seu redor e que são importantes por ele. Por isso, não tente enganá-lo dizendo que está tudo bem com você quando não está: ele realmente saberá que está mentindo.

A relação do canceriano com a mãe é tão especial que só pode ser de amor ou ódio. Ele se sente tão ligado a mãe que se ela não é boa para ele é como se lhe faltasse alimento. É, também, sensível as chantagens dela. A mãe de um canceriano precisa ser especialmente conscienciosa, porque se ela quiser prender o filho, conseguirá, mas isso só poderá ser prejudicial para o mesmo, já que um canceriano só completa a sua identidade quando mantiver a relação com a família, mas autonomia também em sua vida e identidade.

O relacionamento com a mãe explica como o canceriano reage à vida. Ele nunca é indiferente a ela e, por isso, o que mais pode magoar um canceriano não é largo espectro de emoções - tais como a fúria, a tristeza, a saudade, a alegria ou o medo - e sim, a ausência delas. Ele prefere que você manifeste algo a ser frio, indiferente ou seco.

A mulher de Câncer fica muito à vontade com esse signo. Ela é muito próxima da sua mãe, uma pessoa forte e determinada. A canceriana cresce para ser tão forte quanto ela, por isso não se engane com um jeito aparentemente menos assertivo na infância e adolescência. Assim como a mãe, ela protege as pessoas de quem gosta, mas também espera uma grande dose de lealdade por parte delas. Ela também age em prol dos seus sentimentos. Vai à luta, por assim dizer! Nem que seja para fazer besteira. Mas quem não faz besteira também não aprende. 

O homem de Câncer já não está tão à vontade com o seu signo solar. A sociedade espera que ele pertença ao 'mundo dos homens', mas ele secretamente preocupa-se muito mais com a opinião da mãe e da família do que os seus colegas de outros signos. Algumas vezes, durante a infância e o final da adolescência, ainda é muito caseiro, quando todos ao seu redor esperam que ele saia de casa. Quando ele encontra um grupo com o qual se afina, porém, essa se torna a sua segunda família e aquela timidez inicial parece que vai por água abaixo. Como companheiro, ele pode entender mais a sua mulher, compreender o que está se passando com ela, pois assim como esteve próximo da sua mãe estará próximo da sua esposa. Mas como é homem, não é raro que tema as variações emocionais dela, pois lida com isto desde criança. Parece que o homem canceriano precisa fazer um bom esforço para se entender e lidar com o feminino. Quando ele não faz isto, inconscientemente poderá se sentir tragado pelo feminino, o que complicará bastante suas relações. 

Vamos falar a respeito de um dos defeitos de Câncer: o apego excessivo ao passado. As cancerianas sonham com romances que já terminaram e os cancerianos relutam em terminar relacionamentos que já estão falidos só por causa da segurança que oferecem. E, enquanto a canceriana tem o desejo de formar logo a sua família (fazendo um papel tão ativo quanto a sua mãe fazia), o canceriano reluta em sair do lar e das comodidades que ele oferece. Ambos tendem a achar o sistema de vida que conhecem o melhor e desejam reproduzi-lo no futuro. Se estiverem dispostos a introduzir algumas mudanças e se adequarem a nova realidade, não haverá problema, mas se ficarem com um pé no passado poderão não estar inteiros na nova vida que escolheram. 

O apego ao passado significa que o canceriano tem longa memória. E isso é ruim quando você quer que ele esqueça um fato negativo. Alguns cancerianos podem ter dificuldade com o perdão e o esquecimento de fatos negativos.  Outros podem não ficar lembrando disso, mas serem vulneráveis às famosas chantagens emocionais. 

Este signo emotivo costuma ter também uma boa dose de posse. Algo como "o que é meu é meu" ou "espero que você goste mais de mim do que dos outros". O irmão que vigia os namorados da irmã pode ser um canceriano, por exemplo.  Nada disso é problema, se não for excessivo e restritivo da liberdade. "Perda da liberdade", seja infringida ou sofrida, parece ser uma das temáticas deste signo. 

A flutuabilidade é uma característica canceriana, também. Um dia  está maravilhoso, e, no outro, péssimo. De manhã mau humorado, e à tarde, ótimo. Quando as emoções tomam conta, também podem tingir o futuro. O canceriano sem um par (normalmente, Câncer não gosta de ficar desacompanhado) pode se perguntar se ficará PARA SEMPRE sozinho. De acordo com o teor de suas emoções, o futuro poderá se mostrar sombrio e sem alternativas. Por isto, cancerianos precisam de bons amigos e bons conselheiros. Por outro lado, como sabem o que vivem na pele, podem ser, eles mesmos, conselhereiros maravilhosos. Talvez não digam, necessariamente, palavras brilhantes, mas sabem proferir palavras amorosas e carinhosas. Mas como são serem do elemento Água, paradoxalmente, eles se beneficiam muito de argumentos racionais, algo ligado ao elemento Ar, oposto natural da Água. Mas há "verdades" que eles não aguentam. Na hora em que estão muito envolvidos, é preciso se ter cuidado com o que se diz, pois nem sempre eles querem ouvir a realidade. Será preciso encontrar um meio termo entre avisá-los de algo (a "meia verdade"), mas continuar a dar suporte. Alguns cancerianos excepcionalmente corajosos conseguirão até tomar o amargo xarope da verdade, desde que elas venham com um grande suporte emocional e muitas palavras de esperança quanto a outras chances futuras.  

Apesar de muitas vezes serem resistentes ao que a vida está solicitando (por causa de seus apegos ao passado ou ao conforto de uma dada situação), há que se falar da riqueza emocional e criativa de todo canceriano. Eles costumam ter um mundo interno fantástico. Podem apreciar livros, novidades, séries de televisão, filmes,  músicas, etc. 

Outra grande virtude do canceriano é manter-se do seu lado quando você passa por uma dificuldade. Jamais ele irá abandoná-lo. Além disso, o canceriano não é distanciado e imparcial como o são os signos de Gêmeos, Libra e Aquário, por exemplo. É claro que não ser imparcial tem seu lado negativo, mas em uma hora em que você precise do canceriano, não importa o que você fez, ele está ao seu lado. Pode ser até que ele fale que você está errado, mas isso a sós, não na frente de outra pessoa. É por isso que ele pode ficar bastante magoado se, em uma briga ou problema qualquer, você não tomar o partido del e tentar resolver as coisas como um juiz. Ele espera o mesmo apoio que dá. O canceriano não é um juiz e - acredite - ele acha esse comportamento uma das piores deslealdades do mundo. A razão (o 'certo' e o 'errado') não é a maneira de julgar de um canceriano. Ele julga por 'gosto' ou 'não gosto'. Uma pessoa considerada certa, de quem ele não gosta, para ele pode ser errada. E uma pessoa 'errada', de quem ele gosta, para ele pode estar certa. A lógica das emoções e sentimentos é outra. E pode revelar meandros inimagináveis, pois consegue perceber o coração das pessoas, suas dores, lutas e sofrimentos.